segunda-feira, janeiro 26

ASSASSINATO DE EMBRIÕES PODE ACABAR DEPOIS DE DESCOBERTA BRASILEIRA.

Pela primeira vez, Brasil produz célula-tronco sem embrião
Parece que eu tinha razão.
Não gosto de utilizar esta frase, mas no caso em tela sou obrigado à usa-la.
Em texto publicado nesta página declarei-me contra o uso de embriões humanos [seres humanos totais, com individualidade], nos experimentos científicos em busca de cura de doenças e outras experiências medicinais.
Aleguei à época que a Ciência estava buscando alternativas além daquela preconizada em disputa junto ao STF – Supremo Tribunal Federal – pois já havia estudos que comprovavam a possibilidade hoje anunciada.
É lógico que isto não aconteceu do dia para a noite, pois estas pesquisas demandam anos de estudo, à fio, por parte dos cientistas.
Agora, bem aqui no Brasil surge, como já em outros países a revelação de que pode-se obter células-tronco, as que regeneram [em síntese] tecidos e órgãos, desenvolvidas por cientistas brasileiros, em pesquisa do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e do biomédico Martin Bonamino, da Divisão de Medicina Experimental do Instituto Nacional de Câncer (Inca), com apoio dos alunos de pós-graduação Bruna Paulsen e Leonardo Chicaybam.
O tempo ajuda a Verdade prevalecer.

As células-tronco, também conhecidas como células-mãe ou células estaminais, são células que possuem a melhor capacidade de se dividir dando origem a células semelhantes às progenitoras.
“O principal objetivo das pesquisas com células-tronco é usá-las para recuperar tecidos danificados por essas doenças e traumas. São encontradas em: células embrionárias e em vários locais do corpo, como no cordão umbilical, na medula óssea, no sangue, no fígado, na placenta e no líquido amniótico”. http://celulas-tronco.wikidot.com/
APLICAÇÕES:
No cérebro - Regeneração de neurônios perdidos pelo mal de Parkinson e o mal de Alzheimer, entre outros problemas neurológicos.
Nos ossos - Cicatrização de fraturas e tratamento da osteoporose.
No pâncreas - Recuperação da produção adequada de insulina, curando o diabetes.
Na coluna - Tratamento de lesões, recuperando pacientes paraplégicos, e também da esclerose múltipla e da esclerose lateral amiotrópica.
Na procriação - em casos de infertilidade - Tratamento contra a infertilidade para casais que não conseguem engravidar.
No coração - Recuperação de áreas infartadas e tratamentos de insuficiência cardíaca.
Nos olhos - Recuperação da visão em idosos e pessoas com problemas de retina.
O estudo e a manipulação tecnógica de células-tronco poderão dar origem a terapias para o tratamento de diversas doenças, para a recuperação de pessoas paralisadas em acidentes e, até, para a criação de tecidos para transplante.
Ou como os nossos cientistas descobriram, sem matar nenhum ser humano.
Não precisamos assassinar seres humanos para obter cura, em nome da vida se produz a morte!
Conhecidas como iPS, elas são idênticas às células-tronco embrionárias.
LEIA A MATÉRIA:
Célula adulta tem DNA reprogramado para poder transformar tecidos.
Cientistas cariocas produziram pela primeira vez no Brasil uma linhagem de células-tronco de pluripotência induzida.
Conhecidas pela sigla iPS - induced pluripotent stem cells, em inglês -, elas são idênticas às células-tronco embrionárias, com a vantagem de que não necessitam de embriões para sua obtenção.
Em vez disso, a pluripotência (capacidade para se transformar em qualquer tecido do organismo) é induzida "artificialmente" em uma célula adulta, por meio da reprogramação de seu DNA.
O projeto foi realizado nos laboratórios do neurocientista Stevens Rehen, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e do biomédico Martin Bonamino, da Divisão de Medicina Experimental do Instituto Nacional de Câncer (Inca), com apoio dos alunos de pós-graduação Bruna Paulsen e Leonardo Chicaybam.
A parceria começou em 2008, depois que Rehen deu uma palestra no Inca.

Foi o casamento perfeito: "O Stevens sabia cultivar as células-tronco e a gente sabia produzir os vetores virais para infectar as células", conta Bonamino.
Sem complicações
A técnica não reduz a importância do estudo das células embrionárias "autênticas", mas diminui a necessidade de destruir embriões para a produção de novas linhagens pluripotentes.
O PONTO IMPORTANTE:
DESCARTA O POLÊMICO USO DE EMBRIÕES DE SERES HUMANOS!

Além de facilitar imensamente a produção de células-tronco oriundas dos próprios pacientes, já que não há limite no número de células adultas que podem ser reprogramadas nem é preciso passar pelas complicações técnicas (e éticas) de fabricar ou clonar um embrião para pesquisa.
Comunidade científica terá acesso
O AVANÇO DO BRASIL:
Apenas quatro outros países já possuem linhagens de células iPS registradas na literatura científica: Japão, Estados Unidos, China e Alemanha.
A pesquisa brasileira produziu, simultaneamente, em menos de um ano, uma linhagem iPS de células humanas e outra de camundongo. Ambas serão disponibilizadas gratuitamente para a comunidade científica.

Para ler sobre o assunto acesse as fontes citadas e entenda mais sobre o assunto.
Mas, o importante para nós é que vidas humanas, não sejam sacrificadas, em nome da ciência, pois como provado, um dia sempre traz novidade ao outro.
Sl.19.2-3: Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite.Não há fala, nem palavras; não se lhes ouve a voz.
As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".
Fontes:
G1 Jornal O Estado de S. Paulo

Nenhum comentário:

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Geografia Bíblica-Texto-Local!

Para quem estuda a Arqueologia - Mapas do Antigo Testamento e do Novo Testamento.
Viaje à Terra Santa pelo seu PC, ou qualquer lugar citado na Bíblia! Com ela você pode através do texto que está lendo ter acesso ao local onde ocorreu o fato bíblico! Forma gratuita, é só clicar e acessar:

Ser Solidário

Seja solidário
"Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu. Como não sou judeu, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu outro vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei . No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico. Como não sou católico, não me incomodei. No quarto dia, vieram e me levaram; já não havia mais ninguém para reclamar..."
Martin Niemöller, 1933

Doutrina


O Credo da Assembléia de Deus
A declaração de fé da Igreja Evangélica Assembléia de Deus não se fundamenta na teologia liberal, mas no conservadorismo protestante que afirma entre outras verdades principais, a crença em:
1)Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).
Pacto de Lausanne – Suíça
Teses de Martinho Lutero
95 Teses de Lutero
Clique e acesse todo texto.

Ensino Dominical